terça-feira, 18 de agosto de 2009

10:15

.

Eu não posso mais ficar
aqui,
a esperar,
que algum dia de repente
você volte
para mim.

Preciso acabar logo
com isso,
preciso lembrar,
que eu existo,
que eu existo,
que eu existo.

tãnãnãnã...

(Erasmo Carlos, porque as letras
bonitas, eram dele)

.

Nenhum comentário: