quinta-feira, 29 de abril de 2010

15:42

.

Serão sessenta os passos dela,
Serão trinta os passos dele,

então, terão acertado o PASSO.

*

15:28

.

Não acontece em todas as noites,
mas nas noites em que acontece,
ela sabe.

Ele ronda sua janela,
dá voltas e mais voltas pela quadra,
sorrateiro, ele pensa não ser visto,
sorrateira atrás das cortinas, ela nada sabe,
exceto oquê ambos pressentem:

JUNTOS, ultrapassam escuridões.


*

terça-feira, 27 de abril de 2010

23:45

.

Tem certas horas que
só mesmo um café, um cigarro e
o silêncio da noite, pra ficar em paz.

Ah! você não fuma?
Que pena, não sabe oquê tá perdendo!


[brincadeirinha, please!]


*

09:51

.

A culpa disso tudo é de Julio Verne.
Foi ele que inventou esse desejo por
VIAGENS INTERPLANETÁRIAS.


[do filme, Copacabana]


*

segunda-feira, 26 de abril de 2010

23:15

.

Mais rápido! Mais rápido!
senão vão descobrir que a gente fugiu pra França,
e aí, danou-se!


*

domingo, 25 de abril de 2010

14:14

.

A canção diz
para jogarmos as mãos para o céu
E AGRADECER,

mas eu OFEREÇO as mãos, os pés, o corpo
todo em direção ao céu porquê,

tenho um Deus que não me abandona NUNCA.


*

sábado, 24 de abril de 2010

15:33

.

E agora?
O que vai fazer?... tirar coelhinhos da cartola,
pra me impressionar?

[seu surrealismo me cansa]


*

sexta-feira, 23 de abril de 2010

23:09

.

Parece café,
mas é chá.
Chá de GENGIBRE.

É ótimo para ativar a circulação, aquecer
o corpo, descongestionar as vias respiratórias,
e, dizem, tem propriedades afrodisíacas.


[Parece a vida, ardida, quente e saborosa]

*

quinta-feira, 22 de abril de 2010

22:08

.

Queria ter coragem de lhe falar mas,
qual seria o IDIOMA?

[Dois Olhos Negros]


*

22:06

.

Naturezas diferentes,

onde você vê chuva
eu vejo tempestade;

Você pode ter a força de um TROVÃO
mas eu, posso ter a força de um RAIO.

*

quarta-feira, 21 de abril de 2010

12:08

.

_ Você tem razão, meu bem,
pra que tanta seriedade, se temos um UNIVERSO
todo à nossa espera?


[SMILE]


*

sábado, 17 de abril de 2010

01:45

.

"O quê são essas lágrimas,
além de lágrimas?..."

[A pergunta que não quer calar]

*

00:48

.

Eita, menino arretado!

[nada como um homem de iniciativa...]


*

quinta-feira, 15 de abril de 2010

00:06

.

Das coisas ditas:

Ele: Você está me esquencendo...
Ela: Não poderia esquecer, você é INESQUECÍVEL.

Das coisas não ditas:

Ele: Quem você pensa que é pra me esquecer?
Ela: Você é inesquecível, bem como sua capacidade de ferir.

Da conclusão para ambos:

''Todo dia o seu teatro é exatamente igual,
você finge que me odeia, mas no fundo... RÁ!

*

13:40

.

_ Pelos poderes de Greiscow!

_ Pelas barbas do profeta, Batmam, você não é o He Man!

_ Eu sei menino Prodígio, mas eu sempre quis dizer isso!


*

terça-feira, 13 de abril de 2010

22:57

_ Se a gente correr bastante,
a gente chega!

_ Chega onde?...

_ No topo do mundo, no topo do mundo!


*

sábado, 10 de abril de 2010

15:43

.

"Me vira de ponta cabeça
me faz de gato e sapato,
me vira de quatro no ato,
me enche de amor, de amor...

Lança, lança perfume."

[Adoro essa canção!]


*

quarta-feira, 7 de abril de 2010

20:08

Hoje eu estou muito parecida com esse senhorzinho carrancudo. Cara fechada, guarda-chuvas aberto, astral de poucos amigos. O telefone, no entanto, insiste em tocar. E eu, apesar de toda barbaridade, resolvo atender. A chuva que cai sobre mim, é água. Mas o telefonema me traz uma chuva de corações coloridos, amorosos, delicados, insistentes, e n l o q u e c e d o r e s , sedutores como uma onda quente numa praia deserta à luz da lua. Cheia. Nova. Crescente. Ai, Jesus!... afasta de mim esse cálice. Eu não sei lidar com isso, eu não sei não sucumbir à esse ser que só faz me confundir com sua sinfonia de iô-iôs. Eu não sei como fazer para ficar imune à essa tentação em forma de olhos intensamente azuis, mas de brilho sádico. Serão muitos convites. Serão muitas as recusas. Eu perguntei: _ meu medo te surpreeende? Falamos três línguas diferentes simultaneamente. A da verdade, a da mentira, e uma desconhecida língua medieval codificada que nenhum de nós dois consegue entender, decifrar, escapar. Atravessa por nossos meridianos corporais uma onda de desejo, que sucumbe a uma sedução maior, o medo e a raiva, assim, misturados, nos conduzindo a essa dança cabalística que faz nossas respirações soluçar. Como pode-se amar e odiar alguém ao mesmo tempo? Ele vai ligar de novo. Mais tarde. Quando nos falamos, é como se houvesse de fato uma saraivada de laços a nos atar irremediavelmente dentro de um feitiço. Entramos no nosso transe e hipnotizados, como os olhos arregalados, cantamos ao pé do ouvido nossas mais sedutoras palavras. Estamos dentro de um encanto. A mim cabe o medo. A ele, a raiva. E ao destino, o milagre de encontrar uma forma de transformar isso tudo em AMOR.

[não, eu não consigo virar a página, você venceu]


*

A música da hora:
http://www.youtube.com/watch?v=b2slZ9p9ygE


*

13:32

.

É que funciona mais ou menos assim:

No MEDO reside a INCERTEZA de que tudo
é um engano,
enquanto que na RAIVA reside, infelizmente,
a CERTEZA.


[melhor seria, se nada disso houvesse!]


*

terça-feira, 6 de abril de 2010

23:48

.

A ESCOLHA

Se você tivesse que escolher,
entre o MEDO E A RAIVA,
e apenas de um desses sentimentos
você pudesse se livrar,

QUAL SERIA SUA ESCOLHA?


[eu prefiro sentir medo!]


*

19:02

.

"Mas, de repente,
a gente enlouqueceu,
_ ah! eu disse que era ele,
ele dizia que era eu!

Você não soube me amar,
oh! baby não."

[será?]


*

18:45

.

Give me, Tiger,
how you kiss me!
ououou!

*

sexta-feira, 2 de abril de 2010

21:26

.

O ESSENCIAL
é muito mais importante do que as aventuras.


[NÃO SOU MULHER DE AVENTURAS TOLAS]


*

20:53

.

Convergência

Oras, se há dúvida, há uma razão para dúvida,
e se o SIM não é pronto, seguro e imediato,
o NÃO é, sem DÚVIDA NENHUMA

a melhor resposta.

NÃO NÃO NÃO


*