sexta-feira, 4 de março de 2011

18:02

.



Pensar em você dói sistematicamente:

começa sem dor nenhuma,
você chega de mansinho em minha mente
e vai se soltando e me catando as emoções

as mesmas cenas de sempre latejam a dor de sempre,
a secura na boca, o peito apertado, os olhos perdidos no nada
a dor de cabeça, a dor no corpo, a dor na alma para, por fim,

arremessar-me catatônica à velha e conhecida cama de espinhos
que se tornou, pensar em você,

sistematicamente, sabendo que
isso nunca vai passar...



*

Um comentário:

Carol disse...

Sei bem como é isso. Vc soube expressar mto bem o q eu tb venho sentindo...