quarta-feira, 27 de abril de 2011

11:28

.

E se tudo for inverso do que entendi nos teus versos?!...
E se de tudo já pensei? Mentira, verdade, e derivados infinitos
qual o contrário da incapacidade de entender?

_ Ah!, sei lá,
se fosse hoje,
(olhe bem, ainda é hoje até meia noite)
eu largava de pensar e corria pra teus braços
carregando o meu sim.

SIM

*

Um comentário:

Julliany kotona disse...

Adorei o blog criativo dinâmico e lindo estou seguindo e sempre estarei aquia te ler e comentar bjos de boa noite!