sexta-feira, 28 de outubro de 2011

19:19

.

Você é oque eu não digo...

Você é oque eu sinto
quando fecho os olhos e
entrego-me às vertigens
das horas noturnas,

ou aos primeiros raios do dia,
no lânguido movimento de renascer...

Você é o outro lado,
um lugar entre oque eu sou
e oque eu nunca serei
nem nunca direi
além de mim...


*

Nenhum comentário: