sábado, 22 de outubro de 2011

21:21

.


Talvez fosse preciso uma entrega maior,
uma entrega com força de mar,

 o Mar
que nada diz
e mesmo assim, nunca
faz alguém se sentir sozinho.



*

5 comentários:

Márcia Parente Sena disse...

Perfeito! Imagem, texto...

Márcia *-*
http://viajapensamentos.blogspot.com

Adriana ♣* disse...

'...Uma entrega com força de mar...'

:D

Patrícia disse...

Como eu queria uma entrega assim...

Etiene disse...

mar... imensidão...
um vai e vem sem fim.
Acho o mar parecido com a gente , sei lá. me faz lembrar de um texto da fernanda mello.
Adoro aqui.
beijus e bom domingo.

Fiquei encantada disse...

Ahh, o mar!