sexta-feira, 7 de outubro de 2011

23:38

.

Tremo
como se fosse conta
nesse eterno faz de conta,

se as contas da cortina que separa
nossa história falassem do que se trata
o lado de lá... tremores seríamos, amore!

..........

Sonha, criança,
que é de graça e é oque dá graça
Sonha, que sonhos
são sementes de amanhãs
m e l h o r e s .


*

Nenhum comentário: