domingo, 6 de novembro de 2011

22:22

.

Não se engane!
os capítulos que nos negamos
ou que nos são negados viver,

ficam detidos parados num tempo
esperando acanhados no meio do caminho
que a gente cresça e aprenda  a reconhecer

as pistas dessa tal felicidade transformada
naquilo de melhor que podemos ser,
amados, amantes, amáveis...


*

3 comentários:

A autora. disse...

Be, me identifiquei muito com o que encontrei por aqui.
E tem Machado de Assis,Proust, Clarice, Manoel de Barros, Fernando Pessoa.
E tem também o balanço das horas e suas lindas palavras...

;)

thiê disse...

fico imensamente feliz por despertar seu sorriso, seja nos olhos ou lá dentro, é uma das melhores sensações da vida saber que de alguma forma se está fazendo diferença para alguém, nem que seja realmente com um simples sorriso. A poesia que permeia sua cabeça, Bê, faz-te ver poesia em tudo, até numa noite de casa e aconchego, mas devo admitir que partilho da sensação. Nada mais poético que a segurança e o conforto de estar em família, bem cuidado, bem querido, bem deitado hahahahaha esta última que não me deixa negar o pecado da preguiça, mas é preciso estar distraído e preguiçoso pra algumas coisas pra poder entender outras. Sempre um prazer te ler, beijo querida.

Karine disse...

Algo do tipo: oi, destino. :*