sábado, 5 de novembro de 2011

23:599999999999999999...

.



Eu queria a tua primeira página,
queria teus segredos revelados só pra mim
com letras garrafais pra eu entender...
Eu queria fazer parte da tua história,
proclamar o nosso encontro impossível
que por mágica se virou EM possível
Eu queria tudo isso publicado
e registrado para SEMPRE
nas páginas daquele velho jornal...

Eu queria!




*

3 comentários:

thiê disse...

tantas são as vontades que permeiam um coração tão lindo quanto o seu. sempre sublime. beijo, bê.

thiê disse...

tantas são as vontades que permeiam um coração tão lindo quanto o seu. sempre sublime. beijo, bê.

thiê disse...

Acho que o universo conspira de uma forma muito bonita por nossa troca, por nosso contato. Logo após publicar, eis que me vejo olhando uma publicação sua, 3 minutos depois, e a sensação que tive de primeira foi "engraçado, escrevíamos ao mesmo tempo, o que é distância afinal?". Apesar do, ainda pouco, contato e a restrição à este espaço (uso esta palavra no sentido meramente estratificador dos espaços, não sinto restrição nenhuma em falar contigo).
Aqui a noite é de casa e aconchego, apesar do eterno calor de Salvador, hoje faz um "frio" delicioso que propicia a escrita e o descanso.
Uma boa noite pra você, querida, que seja produtiva em suas brincadeiras de escrever, que seja sempre assim, leve.
Ah! quase esqueço, minhas palavras as quais se referiu não são só palavras, antes disso são sensações reais e deliciosas. beijo, bê.