terça-feira, 30 de agosto de 2011

19:49

.

Da boca de um poeta:

E é o INTERVALO
que nos une

sendo que o resto
é AMOR


[Abri a porta!]


*

domingo, 28 de agosto de 2011

15:18

.

Não digas que só podes crer
nas evidências do cinzento temporal
que em ti produziu o lado mal do amor

[existe o lado mal do amor?]

_ Sim, ele existe
quando a gente insiste em ser correspondido.
Não basta toda luz que sentir já nos dá?
_ Não!... quer-se mais, quer-se o azul da recíproca
sem saber que na espera quem chega é a dor.

Amar é feito sonhar,
[nem sempre, mas às vezes]
sonha-se melhor,
sozinho.


*

quinta-feira, 25 de agosto de 2011

14:56

.

A palavra bate

 A  porte se abre?


Somente se ela acalentar...


*

sábado, 20 de agosto de 2011

20:20

.

Sim, eu quero que você me abrace,
mas só se você for capaz de me abraçar
S O R R I N D O

[Se a gente deixar as dores de fora, cabe mais de nós dois no abraço...]


*

19:09

.

Para que eu nunca esqueça
quem eu sou
é que eu gosto de me deitar na areia:

misturo-me e percebo-me simplesmente
GRÃO.


*

15:52

.

"Teimosa como uma porta"

_ sabe o que é?
A gente não pode desistir de ser quem a gente é...
as portas, por exemplo, não se constrangem por serem apenas portas,

elas são PORTAS!
se abrem se fecham ao sabor de quem vem e de quem vai
altivas, elegantes, certas de estarem no lugar certo,
fazendo a coisa certa, seja lá oque for isso de ser certo.

Portas e pessoas teimosas,
acreditam. ponto.


*





quinta-feira, 18 de agosto de 2011

23:23

.

É como se diz,
no fundo é sempre a gente com a gente mesmo,

então, desculpe-me
pelos meus haveres de assim existir,
e no mais, saiba, só tô querendo dançar,
mas não se p r e o c u p e  em me acompanhar:

_ Eu mesma me tiro para dançar!


*

quarta-feira, 17 de agosto de 2011

19:00

.

Desejo que todos que têm um sonho
encontrem o caminho para tocá-lo,
Desejo que todos que têm um sonho
consigam tirar com carinho as pedras do caminho,
Desejo que todos que têm um sonho
Saibam ter paciência porque sonho é insistência,
Desejo que todos que têm um sonho
percebam as sinuosidades como sinais,
Desejo que todos que têm um sonho
persistam, insistam e não percam a paixão

Porquê parece-me que os sonhos acabam se realizando
para os mais obstinados e sagazes,
justo aqueles que não desistem NUNCA.

[Desejo vê-lo um dia, numa curva do caminho
já um garoto velhinho, realizando e querendo ainda mais!]


Foto: Ansel Adams


*

terça-feira, 16 de agosto de 2011

21:12

.

O nome dela, Espera

O nome dele, Encontro


O nome da história: 'À Espera do Encontro' ou 'Um Encontro que Espera'


[coisas bobas sobre amores platônicos]


*

21:03

.

Preciso de água
água pra lavar feridas
e aliviar a dor

de pensar demais.


[preciso de água que me lave por dentro...]


*

10:33

.

Porquê ás vezes ele some,
e de repente ele reaparece e
em ambas as situações,
ele sabe se fazer PRESENTE.

"Enquanto o mundo explode,
ele troca o som..."

Sempre imperdível:


http://trancage.blogspot.com/

*

domingo, 14 de agosto de 2011

13:00

CARTA


Bambina,

Os meus bens são muitos.
A loucura, a coragem, a ambição e a inquietação.
A sorte dos amores e os delírios da solidão.
O amor pelos cometas, pela água e pelas pessoas.
Desejo à você, inteligência e astúcia, um olhar curioso,
um olfato dotado de memória, uma boca pronta para sorrir
e para esbravejar com precisão divina.
Braços que nunca evitem e passos que te sustentem na firmeza.
Desejo-te a sorte de ter
O SENSO DO TEMPO QUE TÊM AS ESTRELAS,
a tenacidade das formigas e as incertezas de todos os templos.

_ A. Mastretta
[Tradução Livre]


*

sábado, 13 de agosto de 2011

00:00

.

E já se faz tarde.
Não muito... mas o bastante para me fazer duvidar que você virá.
Onde você está? Onde?
Eu olho pela fresta e avisto um ponto no horizonte.
Respiro esse ponto, quase desmaio dentro dessa vertiginosa
expectativa...
Jogo a tristeza por terra e por um segundo volto a respirar-te
eu, já, aqui...

*

17:28

.

Estranham as quimeras de ti?
Somos servos do castelo contruído com as
pedras por nós mesmos carregadas e que
  uma à uma , contam-nos

e estranham-nos também.

Não é estranho, estranharem-te
quando tudo que não é estranho,
é tão raro?


*

terça-feira, 9 de agosto de 2011

16:58

.

Sem ela
ele foi

mas toda noite
ele põe seus lindos olhos azuis
no azul dos olhos do céu

na esperança que ela caia em sua vida
feito estrela cadente dizendo SIM

ao seu sempre e único pedido de AMOR.


*

domingo, 7 de agosto de 2011

23:55

.

é por você que eu abro
a janela para vida
a cada dia

por VOCÊ,
não por mim,

já que como diz o poeta,
não há eu sem você
nesse vida ruim.


*

23:23

23:18

.


Também perco meus olhos olhando para o nada,
e o nada é a minha vida sem você!


*

quinta-feira, 4 de agosto de 2011

15:56

.

Ando querendo um pouco disso:
UM AMOR EM FORMA DE AVENTURA


*

15:55

.

Às vezes
(quando você deixa)
 ti abrigo sob meu casaco
e nosso amor fica sendo assim:
QUENTINHO

*

quarta-feira, 3 de agosto de 2011

19:39

.

O ÓBVIO:

A gente consegue fugir de quase tudo nessa vida,
menos da gente mesmo.


[Será que é isso que chamam de Karma II?]


*

19:29

.

Eu queria que você soubesse
que eu estou cansada de ser eu,
mas quanto mais eu tento mudar
mais em mim mesma

EU ME TRANSFORMO


[Será que é isso que chamam de Karma?]


*

19:12

.

"Cada vez acho tudo uma questão de paciência,
de amor criando paciência, de paciência criando amor."

_ Clarice Lispector


[E de tentar conservar a alma pequenina, feito
criança pequena, bem longe do desamor que
o orgulho espalha pelo caminho]

*