quinta-feira, 23 de agosto de 2012

00:20

.



Qual o futuro das horas desprovidas de paixão?



*

Nenhum comentário: