segunda-feira, 30 de abril de 2012

00:02

.

Acho que trocaria o canto dos pássaros
pelo trabalho de suas asas

caso eles pudessem te alçar até mim,
para que meus dias cantassem, enfim!


*

23:48

.

O que acontece
quando um pedaço de mar encontra outro pedaço de mar?

[eu sou o óbvio]

_ Eles viram o verbo AMAR


*

13:27

.

... e esse inverno que parece
SEMPRE estar chegando chegando

sempre e cada vez mais.



*

13:13

.


Em última instância
somos só eu e o mundo

enfim,
não me sinto só!


*

sábado, 28 de abril de 2012

00:28




passo!

00:22

.



Onde foram parar os meus predicados?
_ Numa lata de lixo qualquer,
não podiam ser reciclados!


[Alguém me traz um café?!...]


*

00:08

E por motivo de mau tempo
é possível não abrirmos amanhã!




*

00:01

.

Aprendi uma coisa com as flores:
a beleza está em deixar-se levar!


Donde concluo:
não nasci pra ser flor!



*

23:33

Mais barata
que um dólar furado.



*

15:23



.

[ela]

Às vezes eu saio na chuva sozinha. Pra ouvir de perto a sua melodia. A última canção de um amor irrealizável. Tua vingança, minhas não respostas. Tua eterna pergunta. Os meus mil atrasos. Atraso de mil dias que não passam. Passaram-se os dias e eu não vi! Tava distraída vendo  a chuva que cai, e sai para fora de mim. Você ocupa-me demais. Precisei sair pra respirar. Acho que não vou mais sair daqui. Desta rua, desta chuva, desta pergunta que não cala. Que não responde. Que ficou muda de tanto perguntar. A mesma pergunta de sempre. E o sempre que não vai embora. Teima. Quer ficar. Quer me inundar.  Quer me molhar de lembranças. Teu rosto é a minha lembrança. Às vezes perto. Sempre de longe. Olhando. Me olhando com aquele olhar perguntador:

[ele]

_  Você não vai sair dessa chuva?

Vem aqui pra eu te secar. Te esquentar. Aquecer o teu rosto. Ver os teus tantos rubores. Tua vida que emana ao sabor das minhas mãos. Sinto o fogo que se alastra em teu pensamento. Que sou eu. Eu que te penso. Eu que te rondo. Eu que te apavoro. Eu que te sofro.  Eu sei que você não vem!.... Prefere a chuva que molha ao meu ser que te queima. Te arde. Te condena pela ausência. Pela presença. Pelo teu  ser que faz o inferno em chamas existir aqui. Do meu lado. No meu dentro. No meu corpo. No meu existir. No meu último fôlego de amor por ti.  Vou sair pra chuva também. Mas saiba: _ se eu te encontrar, nem pense: Você não vai escapar de mim!

*


14:44

.


_ seus olhos...
_ o que que tem? te intimidam?
_ não! são claramente cavalheiros!


*

14:22

.

O amor é a
bola oito do mundo

é o começo o meio e o fim do jogo



*

quinta-feira, 26 de abril de 2012

23:28

.

Não me perco de mim
por nada desse mundo.


*

23:23

.


é um alívio pensar que
sendo eu, só eu mesma no mundo,
não tenho como  me perder de mim.

Comigo mesma, nunca fico perdida!


*

19:19

.

Ele não era só o seu amor de verdade. Era o seu amor de mentira. Seu amor inventado. Seu amor de dormir. De ficar acordado. Seu amor de estar junto. Seu amor separado. Era amor no espelho. De outro ser espelhado. Era amor se trincado. E até mesmo quebrado. Era amor escancarado. Mesmo  tão bem guardado. Ele era o seu amor esperado. Era seu amor de passado. De todo sonho sonhado. Amor de olhos abertos e de corpos colados. Ele não era só o início da história. Era a  história contada. História de muitos começos,  história pra ser recontada. Ele não era só a o seu amor. Ele era oque nunca se acaba.

*

17:28

.


é só por isso que a tudo sobrevivemos,
porque existe amor no ar.


*

17:25

17:17

.


Platônico Amor
é um lugar onde duas almas fazem
oque dois corpos não conseguem

TOCAM-SE POR DENTRO


*

terça-feira, 24 de abril de 2012

18:28

.


Ela desceu do carro e acenou com um beijo
ao que ele, em meio à chuva, ao trânsito, à urgência
balbucionou apaixonadamente:
e- u - t - e - a - m - o

Ela riu e entrou rapidamente e em atraso no aeroporto.
Meio segundo se passou e o telefone, meio inseguro,
amorosamente tocou. Era ele:

_ Você não disse que me ama também...
_ Você não leu nos meus olhos?
_ Eu quero ouvir da tua boca!

Ela riu outra vez. Até que enfim ele tinha entendido
o poder de uma palavra dita, ser muito Bendita!

e- u - t - e - a- m - o
 [meu amor]


*

18:18

.

Estava inteiramente presa
àquele pedaço de gente

e nunca estivera tão livre.


*

segunda-feira, 23 de abril de 2012

19:28

.



'eles não são você'

então trate de fazer
oque BEM lhe entender.


[É o jeito mais simples de gostarem de você!]


*

domingo, 22 de abril de 2012

19:09

.

OQUE MERECE UMA DANÇA:

O telefone tocar. A voz ser tua. A alegria ser nossa. O tempo passar devagar pra dar tempo de você chegar. Te esperar. Você não demorar. Seu sorriso de moço. Meus olhos de te ver. Teus olhos pra beijar. Teus lábios de falar coisas boas de ouvir. Ouvir você pensar. Teus pensamentos. Que voam de encontro aos meus. Te encontrar. Numa tardinha bem fria. Te abraçar. Teus braços a me enlaçar. Tua boca pra me esquentar. Sentidos. Sentir-te. Colado a mim. Te respirar. Sentir teu cheiro, me inebriar. Saber teu gosto. Gostar de ti. Falar de amor. Morrer de rir. Te descobrir. No sonho. Na vida. Nas batidas do teu coração. Que são tão minhas. Feito o meu coração. Que é tão teu. Coração que bate. Palavra que arde e quer te beijar. Aproximação. Pedido.  E você tocando minhas mãos, me perguntar:

_ vamos dançar?


*

16:44

.


Mais do que todo encaixe físico
oque mais me fascina é o poder

que tua alma tem de se encaixar à minha...




[almas encaixadas não conhecem distâncias...]


*

16:40

.


entorpece-me
a SONORIDADE
da palavra escrita


*

16:38

.

Mais do que das roupas
eu queria desnudar-te destas tantas esperas

e sem mais delongas...


*

16:28

.

E por ser verdade,
tenho dito:

você não tem ideia de o quanto eu quero estar com você!


*

sábado, 21 de abril de 2012

16:56

.

 é feito comida...


Amor
pra ser gostoso
tem que botar a mão na massa.


Não gosto de nada fast,
muito menos o amor.


*






16:36

.

Para melhor apreciar a penumbra
você precisa de sonhos e vínculos

que mantenham a sua própria luz
(aquela que te traz até você)
sempre ACESA


*

quarta-feira, 18 de abril de 2012

23:10

.



Blackout
Preciso da noite escura pra dormir!


*

17:17

.


E foi assim que
escapando-nos de mais palavras
escapou-se o beijo pra nunca mais.

[ Só não conhece o poder da palavra quem não tem nada a dizer]


*

terça-feira, 17 de abril de 2012

22:48

.

Para os olhos
certas palavras parecem rosas...



*

22:28

.

Aliàs,
haveria beijo sem a palavra que o precipita?


Beijo é palavra mais que bendita!



*

22:28

.

O que seria do beijo
sem a palavra que o segue
 e vem logo depois?


[Certas palavras PRECISAM ser ditas]


*

quarta-feira, 11 de abril de 2012

13:02

.

Quero corda
Quero fita
Quero laço
Quero nó

Quero qualquer coisa que nos ate
numa coisa só!

_ pode ser o meu abraço?


*

12:58

.

Eu mal posso ver uma letra solta
dando sopa

que lá estou eu,
já querendo laçá-la

para misturá-la aqui
às letras que as guardo todas
só pra falar de amor

pra você!


*

domingo, 8 de abril de 2012

23:32

.


Então a gente segue
fazendo a única coisa que realmente resta pra fazer:

TER FÉ


*

11:44

.

Mesmo que eu pareça
FLOR QUE NÃO SE CHEIRE

ainda sim, trago em mim
a essência de uma flor,

_ Toma, pega ela pra você!
(o veneno só será usado em caso de  defesa...)


*

sexta-feira, 6 de abril de 2012

23:38

.

Era só uma chave
Que abria só uma porta
De uma única casa
Que só tinha um jardim:

UM JARDIM DE BEM ME QUER

Perderam a chave.
Sorte do BEM TE VI


*

quinta-feira, 5 de abril de 2012

00:00

.



Se vieres
saiba que o que eu quero
é muito simples,

não requer nada além de você mesmo


quero apenas TUA COMPANHIA
para assistir ao INFINITO, passar.


*

quarta-feira, 4 de abril de 2012

20:00

.

Um beijo
na meio
da tarde
é a vida
que arde



querências



*

19:42

.

O barulho
do teu passo
sozinho
é pra mim
caminho


pro impossível
ACONTECER




*

19:32

.


Sobra tempo
sem você
É tempo demais...


*

domingo, 1 de abril de 2012

12:55

.


Não tenha medo:
é só a vida e sua IRREPRESÁVEL pressa de viver.


*