segunda-feira, 25 de março de 2013

00:14


.

Uma pessoa alegre da televisão falou nessa semana uma coisa em seu programa semanal que me deixou um pouco mais triste do que o habitual. O assunto do debate versava sobre as redes sociais e o quanto as pessoas declaram-se felizes e belas e perfeitas dentro dos seus perfis, ao que a apresentadora falou mais ou menos assim:

_ "Mas, claro!... se alguém vai à sua casa, você vai mostrar o que? O banheiro quebrado? Oque está sujo e elameado?"

Na qualidade de um ser mais para o triste, respondo:

_ Hey! Tristeza não é sujeira. Aqui, por exemplo, tem um monte de tristeza, mas a casa é bem limpinha, falou?


*

3 comentários:

Bruna Saraçol da Conceição disse...

tb penso assim Be.
Tem dias q a tristeza não cabe em mim e extrapolo qs como um desabafo.... um alívio imediato.

Aproveito p dizer q venho sempre, adoro seu blog e me identifico c mtos dos teus texto e mtos deles inspiram meus desenhos.
Bjoos e ótima semana,
Bruna.

Joyce Kelly disse...

Como já disseram por aí... "tristeza faz (p)arte."

E acho tudo lindo por aqui.

Abraço.

Joyce Kelly disse...

E como já disseram por aí... "tristeza faz (p)arte."

E acho tudo lindo por aqui.

Abraço.