sábado, 15 de junho de 2013

16:50

.


Não há de ser nada, não!
Não há recomeço sem a experiência do chão,

_ e dele que farei meu impulso. Mais uma vez.


*

Nenhum comentário: