terça-feira, 12 de novembro de 2013

20:07

.

Bem perto,
olhos para deslizar em tua forma,
mel em teu jeito de vida doce,
ser a tinta das caravelas do oceano,
brotar em terras virgens, sujas de claridade
e libertas do peso do ser
sendo sol, escura imensidão em que as almas escolhidas
dançam no chão
fugindo para rituais do vento
paralisando o tempo,
flutuando no ócio,
onde jardins
inventam
o AMOR
destruindo o vazio
o buraco da ilusão.

_ Lianto Segreto, uma lindeza de poeta que faz poesia, enquanto eu faço chá.


*

Um comentário:

Lianto disse...

Faz um chá pra mim ?


A calma e delicadeza
sutileza e suavidade
pressão e força
clareza e destreza
paixão e verdade.