domingo, 8 de dezembro de 2013

12:12

.

Estranha.
Parada ali, entre presentes sucessivos
momentos que quase nunca se intercalam,
só repetem-se, e repetem-se, há algum aconchego,

era feliz?

havia a janela vazia,
_ mas, sim!
sentia-se profundamente feliz quando
o relógio batia suas horas repetidas,
que para ela deveriam ser horas de emoções
ANUNCIADAS...

[ é real oque você vê nas vitrines?]



*

Nenhum comentário: