terça-feira, 28 de maio de 2013

17:54

.

Minha falta de imaginação
criou asas,
_ e aí, e aí?

E aí elas querem voar!

[inspirada pela canção]



*

domingo, 26 de maio de 2013

12:12

.


É uma luta fantasma
vazia, contra nada
não diz a coisa, diz vazio,
nem diz coisas,
é balbucio.


_ João Cabral de Melo Neto




*

sábado, 25 de maio de 2013

18:00

.




daquele amor
choviam estrelas



*

16:02

.

Às vezes nem é por querer,
mas desconserta,

a palavra é fio
que ata,
ou desata,

que remenda
[ou tenta]
oque nem é de remendar

alinhava o verso
pra que na frente pareça inverso

rasgos de ilusão
retalhos de sonhos sem arrumação,

_ palavra,
tua palavra não me arruma,
tua palavra me desconcerta!


*

16:00

.

"Sem fazer um só gesto,
segui você por toda a parte."

_ Sophie Calle



*

quarta-feira, 22 de maio de 2013

17:45

.


Mais que palavras
oque se quer são
PERSPECTIVAS

, de emoção


*

terça-feira, 21 de maio de 2013

17:51

.


Sorriram-se, viram-se
era infinitamente Maio
enfim, entenderam-se!

_ Guimarães Rosa


Feliz Aniversário aos dandis de MAIO
que a vida sempre nos conceda a chama!


*

domingo, 19 de maio de 2013

00:00

.

Só para lembrar:

_ oque é realmente importante,
nos espera!


*

quinta-feira, 16 de maio de 2013

18:40

.


Cadê você?
_ Eu não sei ao certo, Lianto,
talvez eu esteja dentro desta canção suave
que você mandou,
uma canção que te traz tão perto
pra balançar os meus raros encantos
esses, os quais, eu já quase não mais os desperto...


*







quarta-feira, 15 de maio de 2013

23:18

23:13

.


Como domesticar o pensamento,
esse bicho que só quer correr solto?...

Como aquietar os barulhos deste ente
que sou,
presa na mesma jaula de Beckett,
uma jaula fora do tempo
uma jaula imaginária imaginada
sem imagem, coleira chamada vida

equívoco,
"um buraco que não termina nunca",

sendo que tudo oque se quer é correr,
correr solto, fugir das palavras, do tempo,
da regra,

virar uma hora esquecida e fugir
nem que seja em pensamento, solto, livre

livre de pensar...


*

18:00

.


Dezoito horas.
A tarde caiu,
sem nenhuma dor...


*

domingo, 12 de maio de 2013

12:14

.



existir dói ...
é como existir contra oque nos existe,

um manto de dilemas me apequena,
o tempo me apequena, pequenas tornam-se
as certezas, as lógicas,
até as desilusões apequenam-se,

vou virando alucinação,

exatamente como se oque eu sou
fosse um mero expectador de mim mesma...


*

11:11

.


mais que estranho
é o mundo
que nos estranha...


*



"Acontece que sou só uma esfinge sem segredo"



*

sexta-feira, 10 de maio de 2013

19:29

.

"Mesmo quando temos todas as chaves na mão,
pode acontecer que a porta não se abra - porque não somos
capazes de usar todas as chaves ao mesmo tempo."

_ Gunther Anders



*

19:19

.

oque todo sentido anseia
é a chegada do INESPERADO


*

19:12

.

Amigo é
 o superlativo
 de um par de egos
aconchegados


*

sexta-feira, 3 de maio de 2013

14:00

.

_ Quem é você, moça?

_ Eu sou uma sucessão de outonos que não se cansam de passar. Minha luz é outonal. Não sou dada aos verões tropicais, embora seja do mar acima de todas as outras coisas. Meu elemento é o mar, minha onda é do mar, meu colo, minha melhor estada, sou feita de partículas oceânicas,sou parecida com a  areia que é chão para o mar. Eu sou a que vê estrelas no mar. Mergulhar é meu verbo, contradição absoluta para quem vive no raso. Não mergulho para outro lugar que não seja pra dentro, e é nos meus para dentro que sou oque eu quiser. Sou a obsessão de um extra-terrestre, a inspiração de um poeta, o feijão com arroz de um anjo terrestre, sou a insastifação e sou o amanhã de alguém. Não tenho medo da tristeza, tenho coragem e peito aberto para as armadilhas do medo, mas temo toda forma de alegria. Alegria me dá medo, arrepia meus pelos, não choro por tristezas, choro quando reconheço a alegria. Serei a única pessoa chorando no meio dos risos. É que eu acho lindo as pessoas e seus sorrisos. Suas conversas. Seus gestos falantes. Suas extravagâncias, seus exageros, e aquele som parecido ao das arataquinhas matraquiando alegrias. Meus olhos são cor de amêndoas, e assim são meus filtros: meio semente, meio doces, meio ingênuos, meio grão. Nada passará feito nada pelas minhas amêndoas oculares. Nem pelos meus sentidos extra-curriculares.
 Se eu aceito uma onda etílica pra exercitar meus sentidos?
_ Só se for com você!


*

quinta-feira, 2 de maio de 2013

18:28

.



 não possa tanta distância
deixar entre nós
este sol
que se põe
entre uma onda
e outra onda
no oceano dos lençóis


_ Paulo Leminski


*

quarta-feira, 1 de maio de 2013

14:00

.

Um homem tem muitas qualidades.
O poeta, tem todas:
_ ele cria!


A CRIA DE UM POETA

"Ir à frente. Ao lado. Seguir-te.
Ter-te quando me carrega,
Nos dias turvos, lá dentro,
em meio aos brônquios e as
curvas intestinais...
Viajar e estar contigo,
onde quer que seja...
Parecer às vezes uma ampliação tua,
às vezes um reduzido,
difuso mas colado,
sempre à borda dos teus sapatos,
sob a aba do teu chapéu inútil,
entre teus peitos redondos,
o desenho da tua bunda...
Sentir que você me olha
deitado na areia da praia
enquanto a onda vem e volta
e isso ser o desenho maior
da minha própria felicidade...

Ser a tua marca
na outra margem do caminho
que você não toca...
Te ajudar a enxergar as respostas
Ser teu cão
Tua acolhida
Teu manobrista
Mensageiro
Teu assessor para assuntos espetaculares
Teu eco
Teu burro
Porta-tudo
Teu muro de lamentações
Teu vassalo...
E se dizem que é pouco
é porque desconhecem o grandioso
que é cumprir junto a ti este percurso
teu tão justo pela terra
sob a simples responsabilidade
de fazer o melhor café
o melhor oral
a leitura mais cuidada dos teus textos
O maior sorriso de bom dia!..."

[Do poeta que não tem medo da alegria]


*