quinta-feira, 6 de fevereiro de 2014

10:00

.


é como a chuva, não é?
ou como o canto de um pássaro,
ou como um raio de sol no fim de alguma tarde em que não houve um nós,
mas estávamos nós, cada qual em sua parte da tarde em que não houve
encontro, mas houve o estar, o existir, o pensar, o fazer parte sem fazer,

entendo.
é como a chuva, não é?
_ ela chove. e fim. e depois, volta a chover. e fim.

Amor chuva. A chuva sempre volta a dizer:
_ eu ainda te amo.


*

Nenhum comentário: