quinta-feira, 4 de junho de 2015

18:08

.



às vezes o amor
faz a ronda, denuncia
 aquele seu cheiro de onda,

_e aí, pronto!
se apronta,

é só saudade que aponta.





[infinitos que se arrastam sem demora...]



*

Nenhum comentário: