sexta-feira, 25 de setembro de 2015

17:17

.


(nada nos espanta mais)

Exceções, no entanto, existem.
Veja você!



*

2 comentários:

Raíssa B. disse...

E salvem as exceções, pelo amor!

Lucas - Blog: Overture disse...

Só peço isso: que haja exceção e que ela nos espante, conquanto nos comova; e que nos comova, conquanto tal comoção nos inspire à vida!
Só peço isso: que fique espantado e maravilhado ao mesmo tempo.
Porque, para espantos de sofrer, prefiro viver ou morrer desespantado mesmo, o que já transborda de crueldade.
Beijossssssss poetisa