segunda-feira, 25 de janeiro de 2016

22:28




Não sou suave
Sou tormenta,

Embora seja sempre o lado da corda
que se arrebenta.


*

Nenhum comentário: